Chamem um Bolsonaro

A direita gaúcha ficou dependente dos Bolsonaros. Deve ser esta a explicação para o retumbante fracasso da manifestação pró-Sergio Moro hoje em Porto Alegre.
Faltou pelo menos um filho, um primo, um emissário do Bolsonaro. Sem um Bolsonaro, a turma do Parcão perde força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


6 + 8 =