Cinema Lava-Jato

Marcelo Antunez, diretor do filme-propaganda “Polícia Federal, a lei é para todos”, me fez começar a semana rindo bastante.
O cineasta diz na Folha que não revela quem financiou o filme sobre a Lava-Jato porque os investidores temem represálias. Mas represálias de quem, cara pálida, se ele mesmo diz que o filme é imparcial, que não tem lado?
Outra coisa que ele disse e que me fez rir mais ainda. Segundo Antunez, não há corruptos do PSDB no filme, nem Aécio, nem Andrea Neves, nem Serra, nem helicópteros, porque não deu tempo. As denúncias contra os tucanos chegaram muito tarde.
Esse Antunez deveria dirigir uma comédia.

One thought on “Cinema Lava-Jato

  1. Tem razão ele. Este lance do Póecio se enrolar com droga é novo , não tem nem 40 anos.
    Maracutaias na PETROBRAS também é coisa nova. Pergunta para o Shigueaki Ueki. Lembra dele?
    Realmente o filme deve ser uma comédia.
    Eu acabo de ler no Globo uma reportagem sobre a sessão inaugural e uma sinopse do filme. Tive ânsias de vômito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 8 =