E SE ACONTECER O GOLPE?

O Congresso decidiu dar recados a Bolsonaro. Pode estar sendo fechado o cerco. Bolsonaro não ganha uma. É fraco, é ignorado, é humilhado até por parceiros da extrema direita.
Tem gente lembrando que, lá em setembro, Hamilton Mourão falou do autogolpe, que ficou no ar como uma ameaça. E se acontecesse de Mourão assumir o comando para que o governo tivesse o mínimo de respeito?
Com quem ficariam as esquerdas? Com a defesa da democracia (mesmo que ao lado de um Bolsonaro desmoralizado e golpeado) ou com os generais? Com o apelo por uma nova eleição já?
Não pensem que a hipótese é absurda. Absurdo é Olavo de Carvalho, em nome dos Bolsonaros, atacar um general por dia e tudo continuar nessa estranha normalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 7 =