E SE O GOVERNO MANDAR ELIMINAR OS IDOSOS?

A ciência assegura que as vacinas funcionam, mas o governo diz o contrário e acrescenta que o que funciona é a cloroquina.

As estatísticas oferecidas pela realidade e a própria observação da realidade nos dizem que as vacinas funcionam. O governo insiste que não só não funcionam como podem matar crianças.

As vacinas funcionam e não matam. Pronto. É a verdade. Essa verdade é decisiva para salvar vidas e conter a disseminação de mentiras que induzem as pessoas ao erro e à morte.

Mas amanhã o governo vai dizer de novo que as vacinas matam. E os cientistas e os médicos vão dizer que salvam vidas. E assim ficaremos até o fim dos tempos.

Por que é assim, se estamos tratando de saúde pública, de vida ou de morte? Porque o chamado sistema de Justiça, que deveria determinar quem está certo e conter o errado, funciona pela metade no Brasil.

O governo induz as pessoas à morte e isso significa apenas que o governo consegue dizer o que bem entende. Dizer o contrário significa muito pouco diante da insistência da mentira.

Se alguém do governo disser amanhã que a pandemia só acabará quando eliminarem os idosos, com ações deliberadas de “política pública”, esse sistema de Justiça dirá que tentou, mas que não conseguiu pegar ninguém por indução a assassinatos em massa.

Mas se sabe desde já que a ordem para matar idosos do povo (livrando sempre os idosos do governo, inclusive o genocida) instalaria um novo debate em torno de uma dúvida: o governo pode ordenar que os idosos sejam eliminados?

E teremos uma discussão sobre jurisprudência, com todos, e não só os juristas, opinando de forma categórica. O Brasil pode matar seus idosos para conter a pandemia? Não duvidem, porque muitos no governo já torcem pela morte das crianças vacinadas.

É assim que o país quase se diverte debatendo o que não deveria mais ser debatido. Não há controvérsia em torno das vacinas. Não há polêmica em torno da cloroquina.

O que há em relação ao remédio milagroso é a imposição de um ponto de vista, a partir do poder de quem governa e defende os interesses econômicos dos vendedores de cloroquina e outros remédios do bolsonarismo.

O Ministério Público e o Judiciário, que deveriam intervir e dizer com quem está a verdade, agem pelas beiras.

Bolsonaro e seus negacionistas só continuam atuantes porque não são contidos. Ninguém espera que o Judiciário golpeie Bolsonaro. Nem que a Justiça passe a governar. Nada disso.

Mas que determine o que é certo e errado, a partir das bases científicas consagradas, da realidade e da verdade, e contenha quem age como preposto de Bolsonaro.

No caso mais recente, o preposto é o secretário de Ciência Tecnologia Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto. Foi ele quem assinou a “nota técnica” exaltando a cloroquina e o Kit Covid e desqualificando as vacinas.

O debate sobre as vacinas é primo do debate sobre as armas, com sentido inverso. A extrema direita que diz que vacinas matam é a mesma que diz que armas não matam.

Quem mata, dizem os armamentistas, são as pessoas. Porque assim eles anistiam assassinos que agem por conta ou em nome do Estado. Fascistas defendem armas e condenam vacinas.

A diferença básica aqui, a mais elementar diferença, é que o debate sobre a falsa controvérsia das vacinas ocorre numa emergência.

Aplicar ou não a vacina, e já, significa salvar ou matar crianças. O Judiciário, acionado pelo Ministério Público ou não, deveria cumprir com suas obrigações.

Por que não cumprem? Porque as instituições ficam nas formalidades (e nos pedidos de explicação que não são respondidos pelo governo) porque não se sentem fortes para enfrentar a extrema direita.

Por quê? Saberemos mais adiante, nem tudo, mas alguma coisa desse temor, assim como ficamos sabendo aos poucos, com provas, o que foi na verdade a Lava-Jato.

No link, o abaixo-assinado contra a tal nota técnica:

https://chng.it/78KpWYVvFb

One thought on “E SE O GOVERNO MANDAR ELIMINAR OS IDOSOS?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 3 =