ELES CONTINUARÃO BRINCANDO DE DITADURA?

Sara Winter e parceiros do acampamento dos 300 do Brasil, mais Abraham Weintraub e outros que atuam na mesma faixa tentam construir projetos políticos pessoais no vácuo deixado pelo antigo MBL.

Com a prisão, Sara sai na frente de todos, agora com fama amplificada, se é que não passou dos limites. A extrema direita da luta de campo, que tinha em Kim Kataguiri o seu mais vigoroso líder, por ser jovem, atrevido e radical, ficou desamparada.

É preciso ter gente de luta real, que mostre a cara, e não só os robôs virtuais de Carluxo.

Kataguiri fugiu do bolsonarismo para sobreviver e hoje faz pose de fofo de centro-direita. É um dos mais ferozes inimigos do ex-aliado, mas precisa ser substituído.

Sara e Weintraub foram alguns dos primeiros a descobrir que o interessante para o fascismo hoje não é atacar as esquerdas, nem Lula, nem o PT, como o líder do MBL fazia. Agora, a prioridade é agredir o Supremo e mandar recados ao Judiciário.

O Judiciário que cerca Bolsonaro e os filhos dele é a grande ameaça. Os dois perceberam que essa deveria ser a estratégia, não só para defender a família, mas para se posicionarem como líderes até de um certo pensamento militar.

É na direita que a política se renova, desde muito antes do golpe de agosto de 2016, enquanto a extrema direita tenta ampliar seu alcance como catalisadora do desamparo de mais da metade da população ativa que não tem emprego.

O grupo que estava acampado com Sara em Brasília é pequeno, mas suficiente para atiçar seguidores ainda silenciosos. Não terão força, nem ela nem Weintraub, como expressão política de peso.

Mas irão incomodar a própria direita e os militares que chegaram a flertar com os ataques ao Supremo. Alguém terá de controlá-los.

A questão agora é saber o que farão com Sara Winter, que está em prisão preventiva, ou seja, sem tempo para sair do cárcere. Se fosse em Curitiba, no tempo da Lava-Jato, ficaria presa até delatar.

A prisão, que aumenta sua fama, pode ser também sua condenação como ex-candidata a alguma coisa. Weintraub, que já se considera ex-ministro da Educação, sabe disso. Como diz Gilmar Mendes, será que eles vão parar de brincar de ditadura?

2 thoughts on “ELES CONTINUARÃO BRINCANDO DE DITADURA?

  1. Sara winter,300 do brasil ,weintraub e outros quetais ja foram definidos por umberto ECO.Nao da pra perder tempo com eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 9 =