EM 1987, O JORNAL DO BRASIL INVENTOU O FURACÃO COLLOR. AGORA, O GLOBO INVENTA O COMETA PACHECO

Vera Magalhães foi contratada pelo Globo e, duas semanas depois de assumir uma coluna no jornal, deu seu primeiro furo.

Vera está anunciando que o novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, vem aí como candidato a presidente em 2022 passando por cima de todo mundo.

É um cometa, diz a jornalista. Em uma semana, o homem se transformou na grande opção da direita, superando João Doria, Luiz Henrique Mandetta, Sergio Moro, Rodrigo Maia e quem aparecer pela frente.

É ousada a Vera Magalhães. Lula lançou Fernando Haddad e Vera lançou Pacheco, que ninguém sabia quem era até a eleição para a presidência do Senado.

E depois dizem que o jornalismo está morto. Está vivo, tão vivo que tem jornalista lançando candidato.

E por que o sujeito é um cometa? Porque tem 44 anos, é mineiro, cresceu muito como liderança do DEM, elegeu-se com facilidade para o Senado e, dizem em Brasília, é fofo e bonitão.

Essa última virtude pode ser a mais ameaçadora para as esquerdas. Haddad perdeu para o feioso Bolsonaro em 2018.

A direita que decidiu saltar fora da extrema direita se deu conta de que agora é preciso ter um fofo com rosto de bebê como contraponto ao ogro.

O ex-jornal de Vera, o Estadão, escreveu em 2018 que era uma escolha muito difícil a que deveria ser feita entre Bolsonaro e Haddad, e a jornalista referendou essa desculpa depois.

Agora, a direita tenta achar seu galã. Preparem-se porque é no que eles talvez venham a investir. O apelo pode ser este: votem no novo bonitão da velha Arena.

A imprensa sempre está tentando achar nomes-surpresas. Em abril de 1987, os jornalistas Augusto Nunes e Ricardo Setti apresentaram Collor ao país com essa manchete no Jornal do Brasil:

“Furacão Collor começa a mudar a vida de Alagoas”.

Color estava assumindo como governador. Por que a manchete para um sujeito que estava havia apenas um mês no governo de um Estado sem relevância política, sem partido e sem história? Por que Collor?

Porque era preciso ter um cara forte, charmoso e impetuoso para enfrentar Lula em 1989. Ali estava o furacão, que só muito depois seria transformado em caçador de marajás pela revista Veja.

O título da Coluna de Vera Magalhães nesta segunda-feira sobre o seu candidato é este:

“O cometa Pacheco e 2022”

Furacão, cometa, ciclone. A imprensa de direita inventa apelidos que segurem a figura a ser vendida.

O que seria de nós sem o jornalismo exemplar de Augusto Nunes e de Vera Magalhães. A grande imprensa sabe fabricar candidatos e juízes justiceiros. Preparem-se para o cometa.

A PILANTRAGEM DO UOL
Como se não bastassem Bolsonaro e a pandemia, precisamos nos livrar de todo tipo de pilantragem cotidiana no estresse do confinamento. Inclusive as de autoria de grandes empresas.
Sou com certeza um dos primeiros assinantes do UOL. Mas há muitos anos, de tempos em tempos, eles elevam o valor da minha assinatura por conta e risco.
É uma pilantragem que virou vício. Eu ligo, baixam o valor para um preço razoável e meses depois aumentam de novo.
Hoje, me cobram R$ 38,57. É um preço absurdo, enquanto outros serviços semelhantes (que incluem conteúdo) saem pela metade ou menos.
O que fiz, como sempre faço? Fiquei dependurado agora meia hora no telefone, para ser derrubado no meio do que deveria ter sido uma solução.
Era como se eu estivesse negociando a compra do Taj Mahal.
E o UOL tem como acionista a Folha. Tanto Folha quanto UOL lidam com informação e jornalismo e defendem, quando criticam os outros, transparência e o jogo limpo. O UOL joga sujo.
Escrevo esse desabafo porque imagino que muita gente enfrenta a mesma situação. Como diriam aqueles moços lá de 2013, não é só pelos 57 centavos.
É para tentar frear as pilantragens das corporações.

One thought on “EM 1987, O JORNAL DO BRASIL INVENTOU O FURACÃO COLLOR. AGORA, O GLOBO INVENTA O COMETA PACHECO

  1. Enquanto a direita pulveriza votos com tantas opções, o campo progressista precisa encontrar rapidamente uma composição para uma chapa viável a fim de garantir uma das vagas no segundo turno em 2022. Nas pesquisas atuais, bozo já tem uma delas e, com a extensão do auxílio, pode melhorar ainda mais sua avaliação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 2 =