Lula ameaçador

Conclusões, algumas óbvias demais, sobre a pesquisa do DataFolha com os possíveis pretendentes às eleições de 2018.

1 – Lula continua forte e ameaçador e melhorou o desempenho em relação à Marina num primeiro turno.

2 – Aécio foi pulverizado pelas delações e passa a ser um tucano em extinção (apesar de uma estranha simulação em que, depois de performance ridícula num primeiro turno, estaria em empate técnico com Lula num segundo turno…). Aécio perdeu metade das intenções de voto que detinha até o final de 2015. E como encostaria em Lula?

3 – Alckmin e Serra também perderam força, mas teriam condições de enfrentar um segundo turno. Mas levam uma goleada de Marina, que vence todos, inclusive Lula.

Então:

Se Lula é o melhor candidato num primeiro turno (segundo turno é outra eleição), é preciso que o golpismo invista logo em ações pesadas para neutralizá-lo. Vem mais coisa por aí além da volta dos pedalinhos e do tríplex.

Nessa linha, é preciso turbinar as notícias boas sobre o governo do interino Michel (o que já vem sendo feito de forma avassaladora pela imprensa), porque uma eleição antecipada não interessa à direita.

É preciso cassar Dilma no Senado, ou Lula pode sobreviver.

Também é preciso convencer o povo de que o Brasil caminha para a redenção com o interino.

Teremos meses ou anos terríveis pela frente, se não cairmos antes no penhasco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 2 =