MASCARADOS

O texto abaixo é minha crônica distópica mensal, publicada no número 14 do jornal Grifo, que tem link da edição completa na área de comentários.

A cereja desta edição é a entrevista com Valéria Barcellos, que está na capa.

MASCARADOS
Tenho um amigo que, além da máscara, usa óculos escuros. Diz que se sente mais seguro.

Esta semana, esse meu amigo, que se chama Adalberto, me contou que, mesmo usando máscara e óculos de sol, foi reconhecido no supermercado pela ex-mulher.

Viveram seis anos juntos, separaram-se há três, não se viam há dois, desde o começo da pandemia.

Ele ficou impressionado com o fato de a ex-mulher ter percebido que era ele, quando se encontraram ao acaso no balcão das verduras.

Me contou que percebeu, pela contração dos olhos dela, que ex-mulher sorriu e fez um movimento de oi com a cabeça.

A pandemia criou essas situações estranhas. Algumas pessoas estão há dois anos sem se ver.

Olha-se para quem está ao lado e a dúvida se manifesta: será o fulano? Eu cumprimento todos os mascarados que suspeito que conheço.

Há um mês, olhei um sujeito de cabeça branca, com óculos de tartaruga e camiseta do Grêmio e pensei: é o Pimentel.

Já era noite, ele estava sentado tomando cafezinho no Paseo. Meu amigo que eu não via há uns quatro anos, porque foi morar no Recife e há poucos meses estava de volta a Porto Alegre.

Cumprimentei com o soquinho, quase o abracei e disse: aparece lá em casa, porque já tomei a terceira dose. Vamos comer uma costela uruguaia no sábado.

Ele disse apenas que sim, que legal, que também estava imunizado, e apareceu no sábado com a mulher.

Sentou-se e eu vi que algo estava errado, porque aquele ali era maior do que o Pimentel.

Não era o Pimentel. Era outro sujeito, que eu conhecia e que sabia onde eu morava, mas que eu não convidaria para comer uma costela.

Me segurei, minha mulher franziu a testa e me olhou preocupada quando percebeu que não era o Pimentel, mas fomos em frente.

Até que, conversa vai, conversa vem, o cara começou a elogiar
Bolsonaro, com a ajuda da mulher dele.

Era meu primeiro churrasco na pandemia, e eu estava com um bolsonarista comendo costela uruguaia e bebendo minha cerveja.

Quando eu tentava interromper, ele atalhava e vinha com tudo: Bolsonaro é honesto, os filhos são corretos, e o que importa é que somos governados por militares.

Eu disse que não concordava, ele rebateu que sabia, mas que conhecia minha tolerância com a liberdade de opinião e que por isso mesmo havia aparecido.

Quando o desespero bateu, tocaram na campanhia. Era o meu amigo aquele que havia encontrado a ex-mulher no supermercado, o Adalberto.

Ele e uma mulher que, pensei, era sua ex-mulher. Sentaram-se e eu vi que havia de novo algo errado. Era muito parecida, cabelos curtos, sobrancelhas naturais, mas não era a ex-mulher dele.

Achei que estivesse delirando. Foi quando ele esclareceu que aquela era a mulher que ele havia confundido com a ex-mulher no supermercado.

Passaram a conversar, em outras compras, quando ele percebeu que não era sua ex-mulher. E acabaram namorando. Tinham aparecido lá em casa para que a gente a conhecesse.

A chegada do casal me distensionou um pouco e conteve a conversa do outro casal bolsonarista.

Mas logo depois tocou o telefone. Era o Pimentel, que ligou para contar uma novidade: estava namorando a ex-mulher do Adalberto.

E contou então que se viram na fila da vacina e ali tudo começou e que ele havia percebido que a ex-mulher do Adalberto era mais bonita de máscara e que ela só andava de máscara, mesmo em casa e que…

(Abaixo, o link para o Grifo)

https://issuu.com/luvieira.ink/docs/grifo_14_final2?fbclid=IwAR3YdAdw3H92BTK_koIhRiXMUHbTD9ms_ytJ0yWmsJbAP4goGDTWbEgCOAs

One thought on “MASCARADOS

  1. Olá!

    Espero que você esteja indo bem e que seu negócio esteja crescendo!
    Meu nome é Olivia e represento a EBR Media, uma agência de mídia internacional
    e, junto com nossos parceiros, buscamos domínios de qualidade para investir um
    artigo e seu site corresponde perfeitamente às nossas necessidades.
    Estou entrando em contato com você hoje para perguntar sobre a possibilidade de
    publicar em seu site. Essencialmente, gostaria de lhe fornecer um artigo editorial de
    qualidade que seja cativante para os seus leitores, o assunto irá corresponder aos
    tópicos do seu site e incluirá um link contextual muito natural para um site parceiro.
    Por favor, me avise se você estiver interessado, eu posso enviar mais informações,
    exemplos, pois acredito fortemente que esta oportunidade pode ser ótima para ambos
    os negócios.
    Agradeço seu tempo e estou ansiosa para ouvir de você.
    Atenciosamente,

    Olivia Motta

    EBR DIGITAL MEDIA

    Outreach Specialist

    Content Marketing & Outreach Department

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 2 =