NÃO SABEM QUE NÃO SABEM

O DataFolha e suas pesquisas que nos põem a pensar. Cresceu de 13%, de outubro do ano passado, para 22% agora a parcela da população para quem tanto faz se o governo é uma democracia ou uma ditadura.
E ao mesmo tempo caiu de 69% para 62% o índice dos que consideram que a democracia será sempre a melhor forma de governo.
Mas há um detalhe: 65% do total dos pesquisados não sabem, porque nunca ouviram falar, o que significa AI-5.
A conclusão é assustadora para a democracia e para as esquerdas: muitas pessoas admitem a ditadura, mesmo que dois terços não saibam direito do que se trata.
Se alguém não sabe o que foi o AI-5 (mesmo que sem detalhes, mas na sua essência), não há como saber o que significa a perda da democracia.
Podem dizer que esses que não sabem são em maioria os jovens e certamente são. O que talvez explique muito da nossa situação em relação aos países vizinhos.
É aí que se manifesta a questão posta por Noam Chomsky: a maioria das pessoas reflete sobre o que não sabe, porque não sabe que não sabe.
Tudo isso por desinformação geral (desde o déficit de educação), desencanto, resignação e finalmente entrega, por consequência, à manipulação.
Os déspotas sabem disso, inclusive os eleitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 7 =