O amigo de Bolsonaro

É a capa do Página 12. A culpa pela quebra da Argentina, onde a miséria se alastra, não é do amigo do Bolsonaro, mas do peronismo.
Macri põe a culpa na Paso (as prévias da eleição, em que levou 7 a 1 de Fernández e Cristina) e nas esquerdas em geral. Ele não tem culpa nenhuma.
Essa é a tese do macrismo: a Argentina quebrou porque os argentinos não querem mais saber dele, e isso gera insegurança.
Mas aqui Bolsonaro quer ser um Macri amanhã.
O que corre na Argentina é que o calote da dívida não é uma tática para preservar a raspa das reservas.
É uma armadilha para o próximo governo peronista-kirchnerista, que enfrentará a fuga de investidores e a desconfiança generalizada. Macri está saqueando o que resta de credibilidade.
Mas Bolsonaro e o bolsonarismo adoram Macri.

https://www.pagina12.com.ar/215203-macri-vuelve-a-culpar-a-las-paso-y-a-la-oposicion-por-la-cri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 3 =