O Brasil que deu errado

O fracasso dos apelos desesperados pelo confinamento pode mostrar que há um Brasil mais alucinado, idiota e irresponsável do que Bolsonaro e os filhos dele.
Acontece em toda parte o que aconteceu ontem à tarde em Canoas, na Grande Porto Alegre.
Mais de 50 pessoas participavam de uma festa de casamento no bairro Nossa Senhora das Graças.
A Brigada Militar e a Guarda Municipal foram alertadas. O repórter Carlos Rollsing conta em Zero Hora que uma cortina do pequeno espaço foi fechada, na tentativa de evitar o flagrante.
A dona do café disse que não havia nada de ilegal.
Ela, os pastores das igrejas neopentecostais e o véio da Havan tentam debater a legalidade dos seus crimes.
Tem mais gente vivendo a vida sem medo e sem escrúpulos. Porto Alegre continuava com aglomerações no sábado.
Um amigo que foi à farmácia viu a orla do Guaíba, em Ipanema, com movimento quase normal.
Muitos idosos, crianças, jovens, cachorros.
Bares, restaurantes e padarias continuavam funcionando ontem no centro de Porto Alegre.
Pastores continuam fazendo curas e exorcismos. Jovens continuam debatendo o futuro da humanidade na boemia dos que se autoproclamam eternos.
Se um dirigente esperto e criativo anunciasse um Gre-Nal hoje, prometendo o sorteio de álcool gel entre os torcedores, o estádio ficaria lotado.
A pandemia apenas abre a vitrine da amoralidade exacerbada pelo bolsonarismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 5 =