O CORRUPTOR QUE DALLAGNOL NÃO QUIS PEGAR

O ex-presidente da Braskem José Carlos Grubisich foi preso na semana passada em Nova York. Deltan Dallagnol comemorou.
Por que comemorou, se o próprio Dallagnol deixou de investigar e denunciar Grubisich e permitiu que ele ficasse solto?
É o que a Folha denuncia hoje. Dallagnol e sua turma sabiam tudo sobre o homem, desde 2016, por informações de delatores que o apontaram por envolvimento nos esquemas de propinas.
Por que não pegaram o cara, nem advertiram outros colegas para que fossem atrás do corruptor? Porque atrapalharia o esquema de caçadas seletivas da Lava-Jato.
Dallagnol e Sergio Moro não pegavam todos. Pegavam os que poderiam ajudar na caçada a Lula.
Grubisich só foi preso porque se sentia impune e tentou entrar nos Estados Unidos, onde estava numa lista de procurados.
No Brasil de Dallagnol ele estava liberado. O procurador aplaudiu sua prisão como disfarce.
A repórter Bruna Narcizo aponta, na reportagem da Folha, que o aplauso expõe ainda mais, pela contradição, a omissão de Dallagnol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 9 =