O CRIME DA CLOROQUINA

É provável que Bolsonaro esteja fingindo tomar cloroquina, porque sabe que o comprimido pode matá-lo.

Mas índios yanomamis de Roraima com certeza estão tomando o remédio produzido pelo Exército.

Uma reportagem do Globo mostra a ação criminosa de equipes do Ministério da Saúde, do Ministério da Defesa e da Funai.

O Ministério Público Federal já denunciou a distribuição de cloroquina nas regiões da Terra Yanomami e da Raposa Serra do Sol desde o final de junho.

A cloroquina é distribuída aos índios como ‘ação preventiva’. É um crime cometido com a participação de servidores públicos.

Colegas dos fornecedores de cloroquina nos ministérios e na Funai têm a obrigação de denunciá-los, sob pena de omissão e conivência com os criminosos.

One thought on “O CRIME DA CLOROQUINA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 4 =