O DIREITO DE LUTAR CONTRA O FASCISMO

O ato pela democracia no Rio Grande do Sul aconteceu no lugar certo, a Faculdade de Direito da UFRGS.

Num espaço histórico, pelo direito de resistir, pelo direito de lutar contra o fascismo, pelo direito de denunciar e combater os que perseguem jornalistas e tentam se apropriar da Justiça.

Pelo direito de votar sem ameaças, pelo direito às liberdades, à diversidade e às diferenças.

Pelo direito de lutar contra a fome, contra os que matam e mandam matar em nome de Deus, contra homófobos, contra racistas e contra xenófobos.

Pelo direito de enfrentar os que perseguem pobres e negros e usam o “direito” dos poderosos e tentam abusar da Justiça para perseguir pobres e negros.

Pelo direito de enfrentar quem mata indígenas. Pelo direito de tentar conter quem destrói o meio ambiente em nome do lucro, do dinheiro e da bandidagem. De enfrentar quem ataca a universidade e a ciência.

E pelo direito, em nome da democracia e da Constituição, de expulsar do poder os fascistas civis e fardados que tentarem golpeá-las.

One thought on “O DIREITO DE LUTAR CONTRA O FASCISMO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 1 =