O EFEITO BOLSONARO

O Brasil mudou desde o início de janeiro, quando o foco todo passou a ser a família dos Bolsonaros. Algumas consequências disso:

1. Ninguém mais se lembra de que José Serra é o chefe de Paulo Preto na máfia tucana de São Paulo. Alguns já nem sabem mais quem é José Serra.
2. O jaburu e seu Quadrilhão estão livres e soltos. Metade da população nem se lembra o que significa Quadrilhão.
3. Aécio Neves foi o idealizador do golpe. Todos se lembram do golpe, mas a maioria nem torce mais para que Aécio vá para a cadeia, porque Aécio passou a ser insignificante diante da presença repulsiva dos Bolsonaros.
4. O pato amarelo da Fiesp era o símbolo maléfico do golpe nas ruas. Hoje o pato é apenas um pato.
5. Há quem sinta pena de Eduardo Cunha e de Geddel Vieira Lima. Tem quem não se lembra de Geddel. E alguns confundem Cunha com Collor.
6. Fernando Henrique passou a ser o máximo, porque ataca os Bolsonaros. Quando alguém de esquerda achou que iria aplaudir FH?
7. A Globo parece ter sido sempre uma TV democrática. Roberto Marinho seria saudado hoje nas ruas, mesmo que, em seus 121 anos de vida, só tenha circulado nas ruas de Paris.
8. Os black blocs sumiram. Quem sabe hoje o que é um black bloc?
9. Há quem olhe para os generais como se fossem tios justos e generosos.
10. Zé de Abreu se autoproclamou presidente com mais charme e mais poderes do que o Juan Guaidó que imita Obama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 6 =