O EXCLUDENTE DE ILICITUDE DA GUERRA SUJA DE BOLSONARO

O jurista e ex-ministro Gilson Dipp disse, antes de muita gente, o que poucos ditos liberais teriam a coragem de reconhecer. A Medida Provisória de Bolsonaro, que pretende deixar impune quem cometer “erros” no combate à pandemia, é uma tentativa de escudo para o próprio Bolsonaro.

Bolsonaro pediu que produzissem o seu excludente de ilicitude, como já havia proposto, com a ajuda de Sergio Moro, para policiais que matam pobres e negros sob violenta emoção.

Agora, há mais gente autorizada a matar, se o pretexto for o combate à pandemia. A MP diz que, nas ações contra o coronavírus, agentes públicos só poderão responder na Justiça, nas esferas civil e administrativa, se houver dolo e erro “grosseiro”.

Todos estão liberados para “errar”. Mas essa não é, como poderia ser, uma medida para proteger médicos, enfermeiros e servidores da saúde que lutam e morrem em ambulâncias, portarias e na linha de frente das UTIs.

Bolsonaro disse hoje em videoconferência com empresários que o embate dele com os governadores, em especial João Doria, é uma guerra e que é preciso “jogar pesado”. Por isso fica claro que essa é uma MP para tentar protegê-lo.

Bolsonaro sabe que já cometeu muitos crimes de guerra. Tem desafiado, com manobras ilegais, a autoridade dos governadores. Circula entre as pessoas sem proteção. Induz publicamente a população a tomar cloroquina, sem qualquer sustentação científica e contra orientação do próprio governo, o que tem sido para muita gente.

Conspira contra a proibição de aglomerações. Incentiva a desobediência ao isolamento. E continua enredado nas suspeitas dos testes, mais ainda agora com os laudos dos estranhos exames feitos com codinomes.

Bolsonaro baixou a MP porque se prepara para a grande afronta. Já anunciou que a batalha decisiva da sua guerra suja será o ataque aos governadores, se a adoção do lockdown for disseminada a partir de São Paulo.

A MP é o habeas corpus de Bolsonaro, de seus ministros (tem o aval de Paulo Guedes) e de todos os cúmplices das suas ideias. Ele, Guedes e a escória do alto empresariado vão para a guerra aberta contra a maioria dos governadores e prefeitos.

“Nós temos que mostrar a cara, botar a cara para apanhar. Porque nós devemos mostrar a consequência lá na frente”, disse Bolsonaro na fala aos empresários.

E depois fez uma ameaça: “Lá na frente, eu tenho falado com o ministro Fernando [Azevedo], da Defesa… os problemas vão começar a acontecer. De caos, saque a supermercados, desobediência civil. Não adianta querer convocar as Forças Armadas porque não existe gente para tanta GLO [Garantia da Lei e da Ordem]”.

A cabeça limitada e confusa de Bolsonaro acredita que soldados do Exército serão mobilizados contra o povo faminto. E que as ações repressivas, que seriam asseguradas pela tal GLO, só não se viabilizariam por falta de gente.

Bolsonaro acredita que os crimes de guerra que vem cometendo irão envolver as Forças Armadas. Mas sabe que a MP da impunidade é muito mais uma proteção para ele mesmo.

Em desatino, o homem testa seus limites diante de um Congresso acovardado e achinelado. Resta o Supremo. Mas com quem se pode contar no Supremo contra a MP dos aliados da peste?

(Texto publicado originalmente no Brasil 247)

One thought on “O EXCLUDENTE DE ILICITUDE DA GUERRA SUJA DE BOLSONARO

  1. EU li esse texto ontem, na Folha, bem depois de fazer o comentário que fiz. Não é preciso ser muito inteligente para ver que existe a forte chance dessas mortes não estarem sendo causadas por Covid.

    Não é preciso ser muito inteligente para perceber que Bolsonaro FINGE SER CONTRA O ISOLAMENTO. Aliás, as peças do quebra cabeça já podem ser vistos, por exemplo, como a estranha e inaudita insistência de TRUMP de ir para os jornais por três dias seguidos dizer que a situação no Brasil era muito grave! Ninguém achou isso anormal?? Por favor!

    Claro que ele não estava jogando indireta para Bolsonaro, para quem ele pode telefonar a qualquer momento. Ele fez isso POR Bolsonaro. Era uma CONVERSA EM CÓDIGO com os SEGUIDORES de Bolsonaro! A mesma quando Bolsonaro incitou seus seguidores a se armarem, em 2019, porque ele previa um golpe. Ele obviamente usou outras palavras, mas estava falando com seus seguidores, não com a população.

    Vou continuar a bater na mesma tecla até que alguém me ouça. É preciso investigar essas mortes porque qualquer médico sabe que um vírus de “gripe” é ELIMINADO em poucos dias PELO PRÓPRIO ORGANISMO e o Covid é uma mutação da família do Coronavírus do qual o Influenza também participa. O Covid, portanto, Obedece ao mesmíssimo padrão de um vírus de gripe.

    MAS O GOLPE COMEÇOU MUITO ANTES, quando a própria imprensa começou a chamar o Covid de “doença”. Como, se ele obedece ao mesmo padrão da gripe??

    Tanto é verdade que para mim e para a maioria sem comorbidades durou cerca de 15 dias. O organismo elimina sozinho.

    O único problema do Covid, que É O MESMO DA GRIPE COMUM E AS PESSOAS NÃO PARECEM ENTENDER ISSO, é que ele é capaz de reativar problemas JÁ EXISTENTES, portanto, NÃO FAZ NENHUM SENTIDO usar qualquer medicamento que não seja os JÁ USADOS PELA PESSOA!

    E de quebra, se for o caso da pessoa chegar a desenvolver uma pneumonia, usar antibiótico receitado (azitromicina, Amoxicilina, etc..) e a Cloroquina NÃO É antibiótico e MUITO MENOS para pneumonia, caramba!

    Por que acham que surgiu a vacina preventiva contra a gripe? Porque Já morriam muitas pessoas acima de 65 anos, dentro DOS grupos que tinham problemas de diabetes, pressão alta, etc..

    É claro que tem algo MUITO ERRADO nessa história toda e se a imprensa não começar a pressionar por uma investigação estará dando “carta branca” para que isso continue acontecendo indefinidamente, no caso de estar ocorrendo um crime.

    Podemos não precisar de médico hoje, sr. MOISÉS, mas poderemos precisar ano que vem ou no outro e se isso tudo for o que eu penso e ninguém fizer nada, acham mesmo que essas mortes vão cessar mesmo que a quarentena termine?? Ou que médicos particulares são mais seguros?? Por favor!!

    A UNIMED está distribuindo kits com cloroquina!!! Se eu tivesse UNIMED desfaria o contrato já! Infelizmente, perdi toda minha confiança nos médicos.

    MÉDICOS OBEDECEM, mesmo que não concordem, sr. MOISÉS e o Conselho Federal de Medicina respalda esse absurdo obedientes a um presidente que nem médico ou pesquisador é!

    ESSAS MORTES TÊM QUE SER INVESTIGADAS.

    O pesadelo de um neoliberal é uma multidão aposentada ou para se aposentar pelo sistema antigo de Previdência, principalmente quando eles querem COMPRAR A PESO DE OURO sua entrada na OCDE (outra suspeita que tenho e a Argentina me deu as pistas para essa suspeita) e o Covid apareceu em hora bem oportuna e com massiva propaganda e o problema do ser humano é não acreditar que as pessoas possam ir tão longe por poder e dinheiro. Podem sim. Sempre vão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 7 =