O exílio

Márcia Tiburi também decidiu ir embora por não suportar as ameaças que sofria no Rio. A professora e escritora está morando em uma universidade (ela não diz onde) do nordeste dos EUA.
Li agora na revista Forum o que ela disse: “Eu não podia ir a uma padaria, recebia ameaças de morte, não dava para viver assim”.
Márcia teve a coragem de disputar a eleição ao governo do Rio, quando todos sabiam que não teria chance.
Mas a bravura não é para quem acha que tem chances, é para quem acredita que pode, mesmo sendo derrotado, ajudar a construir resistências e dar um passo adiante.
Que resista lá fora do jeito que for possível. Buscar o exílio também é um jeito de resistir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


6 + 1 =