O FASCISMO SE ESPARRAMA

Conversei essa semana com um amigo de Alegrete. A situação está tão complicada, me disse ele, que não dá mais nem pra gente se exibir que é do Alegrete.

Esse exibimento ficou comprometido. O Alegrete dos transgressores dos séculos 19 e 20 é uma das cidades mais reacionárias do Estado.

O fascismo infectou Alegrete, a cidade que em 1882 criou um jornal para defender o abolicionismo no meio do latifúndio. E que existe até hoje.

Alegrete já foi a terra dos anarquistas, dos comunistas, dos poetas que afrontavam todas as normalidades bovinas. Essa era a alma do Alegrete. A cidade foi sequestrada pela extrema direita.

_______________________________________________________________________________________

CAMPANHA DA FOLHA
É uma boa ideia. Não interessa se a Folha ajudou no golpe de 64 e no golpe de agosto de 2016.

Esta é a notícia que está na capa da Folha online:

Inspirada nas Diretas Já, Folha lança campanha em defesa da democracia
Além da publicidade, jornal fará produto editorial especial e curso gratuito online sobre o que foi a ditadura militar.

A Folha lança no próximo sábado (27) uma campanha publicitária em defesa da democracia. O filme será exibido no intervalo do Jornal Nacional, da TV Globo.
No mesmo fim de semana, a Folha publicará o projeto especial “O que Foi a Ditadura”, que disseca o período autoritário de 1964-85 e é direcionado principalmente a pessoas que não o viveram diretamente.

Na mesma linha, estreia também no dia 28 um curso online gratuito de quatro aulas, com uma hora de duração cada uma, promovido pela Folha.

O objetivo é explicar didaticamente as várias fases da ditadura, dos antecedentes do golpe de 31 de março de 1964 até a transição para a democracia.

O pacote tem por finalidade mostrar, sobretudo para os mais jovens, qual era a realidade do período autoritário.

2 thoughts on “O FASCISMO SE ESPARRAMA

  1. NossA poderosa mídia, que nessas horas tem mostrado um espírito tão ativista, porém repleto de oportunismos, poderia iniciar (se não for tarde demais) uma discussão acerca dos impactos negativos que a lei do saneamento poderá provocar sobre nós, podendo TRANSFERir a posse e o controle das reservas e os lucros advindos dos processos de prospecção, tratamento e distribuição de água potável, de empresas estatais para privadas.

    Em resumo, A posse da água deixa de ser do povo para se tornar objeto de lucro de poucos.

    Sua aprovação no senado foi rapidíssima, nem tanto pelos vultosos recursos financeiros envolvidos, mas pela importância da água para a manutenção da vida. Pagaremos o que as empresas cobrarem por um copo de água. Não demorará para Descobrirmos que congressistas saíram lucrando com esta lei.

    Com um pouco de esforço e união, daqui a 2 anos e meio poderemos Tirar estes tresloucados do poder. E quanto à água? O um debate aberto Seria um tremendo serviço prestado pela imprensa a todas as gerações de brasileiros.

    Como sugestão, o filme “TAMBÌEn la lluvia” mostra bem o que é ativismo autêntico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 4 =