O GOLPE PASTELÃO

O Ministério da Segurança Pública destruiu a versão do ministro Raul Jungmann de que as balas usadas para matar Marielle e Anderson foram furtadas dos Correios na Paraíba, onde teriam ido parar por remessa do vendedor.
Os Correios já haviam esclarecido que não enviam balas por Sedex.
Agora, o Ministério diz que não sabe o que aconteceu e livra os Correios da história. Daqui a pouco vai sobrar para um motoboy que deveria ter entregue as balas à Polícia Federal.
E dizer que o povo não consegue acabar com esse golpe pastelão. O Brasil é desgovernado por um quadrilha que escondia dinheiro em malas e achava que os Correios enviavam balas de uso da Polícia Federal por Sedex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 7 =