O HAMBÚRGUER DA EXTREMA DIREITA

O dono do Madero, Junior Durski, tem liberdade para apoiar com fervor o bolsonarismo e as manifestações contra o Congresso e o Supremo.
Eu desfruto da minha liberdade para dizer que nunca mais passo perto de um hambúrguer do sócio de Luciano Huck.
O apresentador saiu em defesa do amigo e do negócio com essa mensagem no Twitter:
“Amigos concordam e discordam. O respeito por visões, ideias e crenças diferentes faz parte da amizade. O mundo é bacana porque é plural. Sem tolerância e diálogo, não rola democracia. O nosso desafio maior é encontrar o que nos une apesar das divergências da vida”.
É fofo, bem ao estilo do moço, mas não basta. O negócio de Huck na área culinária pode perder clientes por causa da barbeiragem do sócio sem noção.
Está aí o motivo para deixar de comer essa bomba de colesterol. O Madero era até agora o hambúrguer do Luciano e da Angélica.
Já está carimbado para sempre como o hambúrguer bolsonarista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 3 =