O HINO E OS TIRANOS

Compartilho um texto do jornalista, professor e historiador Tau Golin sobre a controvérsia em torno do hino do Rio Grande do Sul.

O historiador contesta a versão segundo a qual os versos sobre “tiranos” identificam o Império do Brasil.

E de que o verso sobre “povo que não tem virtude acaba por ser escravo” também seria uma rejeição servil ao sistema monárquico.

Aqui está o link do texto publicado no Sul21:

https://www.sul21.com.br/opiniaopublica/2021/01/o-partido-tiranico-dos-farroupilhas-no-hino-rio-grandense-por-tau-golin/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 6 =