PASSEIO COM A MORTE

Não saiu o churrasco, mas saiu um passeio aquático. No dia em que o país ultrapassou a marca dos 10 mil mortos, ele andou de jet ski no Lago Paranoá.

Congresso e Supremo decretam luto oficial pela morte de mais de 10 mil brasileiros em hospitais sem UTIs, sem respiradores, com médicos e enfermeiros tombando sem equipamentos, e o presidente da República recebendo aulas para andar de ski.

É mais do que um alheamento, um distanciamento da realidade que se aprofunda e assombra.

É um estado de surto de um sujeito incapaz de simular consternação com as mortes, já que não consegue fingir que está trabalhando.

Lembrem-se sempre: essa loucura tem o respaldo de 30% da população, incluindo muitos conhecidos, parentes, colegas, amigos e vizinhos de todos nós.

Ninguém escapa.

___________________________________________________________________

O PRÓXIMO

Este é o novo amigo de Bolsonaro. Daqui a algumas semanas, pode fazer o serviço que Joice Halssemann, Alexandre Frota, Kim Kataguiri, Janaína Paschoal, Sergio Moro, a Globo e a Folha não conseguem fazer.
Esse cara poderá ser o próximo ex-amigo e grande inimigo. Se não chegarem no preço dele, esse derruba Bolsonaro.

One thought on “PASSEIO COM A MORTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 1 =