O QUE A DIREITA VAI FAZER COM O SILVEIRA

A Câmara, o PSL, os Bolsonaros, os cúmplices dos Bolsonaros, os militares, todos vão arrastar o cadáver do deputado Daniel Silveira de um lado para outro durante alguns dias.

Alguns vão fingir que o deputado ainda está vivo, ou que pode ser ressuscitado, mas o fascista está politicamente morto.

Todos os aliados da extrema direita, incluindo a nova Arena, tentarão reduzir os possíveis contágios provocados pelo fim de Silveira.

Se não fingirem que socorrem Silveira, quem irá socorrê-los mais adiante, se houver um impasse semelhante? Quem irá salvar os deputados que Alexandre de Moraes deve enquadrar pelos atos pró-golpe e pela fábrica de fake news?

Se a Câmara entregar Silveira ao Supremo, mantendo a prisão determinada por Moraes e pelos outros 10 ministros, quem será o próximo a ser preso? Tudo isso pesa.

Mas nenhuma manobra será suficiente para salvar Silveira, que passou do ponto. O deputado quis imitar o general Eduardo Villas Bôas.

Mas Silveira não tem estrela no ombro, não tem amigos generais, nem tropas e nem o apoio incondicional de Bolsonaro. Silveira é da chinelagem da extrema direita e vai para a sarjeta.

Dependendo dos envolvidos, das circunstâncias e de outros fatores nem tão aleatórios que pesam contra todos e não só contra os acusados de desvios, a Câmara sempre tentou salvar ou entregar os parceiros ao sacrifício.

Salvaram Aécio Neves e José Serra, mas não salvaram Delcídio do Amaral nem Eduardo Cunha. É quase certo que não conseguirão salvar Silveira.

Quando o sujeito está politicamente morto, não há como fingir que está vivo.

Saberemos nos próximos dias qual é o estado do cadáver de Daniel Silveira, que pode até ser escorado em pé contra uma parede. Mas, mesmo solto, estará morto.

Silveira deve ser sacrificado para que outros sobrevivam, outros bem mais importantes. Entregam o deputado fortão, para que a direita (não a extrema direita) tente manter o pacto precário com o Supremo.

Mais adiante, no meio do ano, teremos os desfechos de casos complicados, nos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos, todos relatados por Alexandre de Moraes e nos quais Silveira é um dos deputados investigados.

E ainda há o inquérito de Bolsonaro com o rolo da Polícia Federal. E mais o caso de Flavio Bolsonaro com as rachadinhas e a lavagem de dinheiro.

É muita coisa na dependência dos humores do Supremo, para que se preocupem demais em salvar Silveira.

É melhor sepultar o sujeito e cuidar do que interessa, tentando preservar gente mais relevante. Silveira já pode procurar a sua, que é a mesma turma de Sara Winter.
__________________________________________________________________

BOULOS É 100

Acene para o Guilherme Boulos, que agora é um dos 100 líderes mundiais emergentes escolhidos pela Time. Acene com a mão esquerda para dar sorte.
__________________________________________________________________
https://www.jornalistaspelademocracia.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 5 =