O SHOW DA EXTREMA DIREITA

O DataFolha esconde uma conclusão, na análise da pesquisa sobre as figuras que têm a confiança do brasileiro.
Sergio Moro e Bolsonaro são as figuras públicas da direita nas quais os brasileiros mais confiam, no contraponto com Lula como o mais vem avaliado à esquerda.
Esta é a conclusão encoberta: o centro não tem um nome forte hoje. Luciano Huck, João Doria e Rodrigo Maia, que poderiam ser os nomes de centro, são muito mal avaliados.
Moro e Bolsonaro disputam (junto com Witzel) quase o mesmo espaço do reacionarismo entre ricos, homens brancos e pessoas de mais idade.
Todos sabem que Moro está hoje muito mais próximo da extrema direita do que da direita, e nunca foi uma referência de centro.
Moro luta para ser uma alternativa a Bolsonaro, porque essa é a sua vocação como juiz justiceiro e por saber que o centro transformou-se em um espaço maldito da política brasileira.
O que seria o centro-direita virou um Bangu, e o eleitorado se bandeou para nomes da extrema direita. É possível fazer o caminho de volta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 9 =