O show

Parte da esquerda e parte da direita estão desorientadas. A esquerda gaúcha mais afetiva, coração mais mole, não sabe o que fazer com as flores jogadas pelo futuro governador, que é bom de palco.

Tem gente pegando as flores, outros comem as flores e outros jogam flores de volta, num gesto de retribuição. O rapaz vai transformar tudo num programa de auditório.

O governo poderá ser ruim para a maioria, mas será um show. O prefeito Despacito não é nada perto do sertanejo universitário de Pelotas.
E a direita, principalmente a dos jornalistas fofos, não sabe o que fazer com Bolsonaro.

Quem estava indo, bem faceiro (e também levando flores), encontrou o motorista no caminho e agora está voltando. Um motorista muda o rumo de muita coisa.

Tem muito jornalista fofo desolado.

(E hoje o PMDB anunciou adesão ao novo governo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 4 =