O SUS E OS EGOÍSTAS

Volto a falar sobre a ameaça de ‘mudança’ no SUS. É mais do que ingênuo, é calhorda o argumento de quem acha que pessoas com planos de saúde não podem brigar pela melhoria do SUS, agora sob ameaça de extinção. É como dizer que os que têm carro não podem opinar sobre os dramas de quem anda de ônibus.
É um raciocínio individualista de quem pensa que nunca usou o SUS e não sabe do que se trata. É um argumento egoísta. É burro, é intelectualmente desonesto.
Defender o SUS é defender a saúde púbica na sua amplitude universal, para todos, sem distinções. Mas há quem queira acabar com o SUS, para que os planos de saúde se adonem de tudo e que assalariados, pobres e miseráveis vivam da benemerência das entidades mantenedoras das casas de caridade, como era antes da Constituição de 88.
Os que acham que nunca dependeram do SUS (cujas estruturas os planos de saúdem usam e abusam) não entendem o que se passa. Eu entendo. Me dediquei por anos a reportagens sobre o SUS, para descobrir que o Rio Grande do Sul é um dos Estados que mais maltratam a rede de saúde pública.
Eu tive do SUS, entre muitas outras coisas, a quimioterapia que um plano de saúde me negou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 7 =