O TOM DA FALA DE HADDAD

Todo mundo sabe, inclusive os que votaram ‘enganados’ em Bolsonaro, quem é, o que pensa e o que diz Fernando Haddad.

Mas qual será o tom da entrevista de hoje no Roda Viva? Minha previsão: Haddad vai subir um pouco o tom da sua fala.
Não dá mais para falar em voz baixa e com muitas cordialidades num país tomado pelos fascistas.

Haddad deve ter um pouco de Lula e de Dilma e falar com a voz dos negros, dos gays, dos índios, das mulheres e de todos agredidos por Bolsonaro e seus aliados milicianos de dentro e de fora do governo.

Se tiver de falar, fala grosso, Haddad. Às 22h, na TV Cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 6 =