O VIAJANTE AMIGO DOS GAROTOS

Precisamos saber o que José Vicente Santini sabe das entranhas do governo e como conseguiu a proteção dos filhos de Bolsonaro. Santini foi demitido hoje pela segunda vez.
O auxiliar de Onyx Lorenzoni foi exonerado na terça por Bolsonaro pela TV, ao vivo, pelas viagens a Davos e à Índia em jato da FAB com duas secretárias, e readmitido no dia seguinte.
O que ele havia feito como viajante era, segundo Bolsonaro, “totalmente imoral”.
Mas Santini, chamado em Brasília de bom cabelo, deixou de ser secretário-executivo de Onyx para ser secretário especial de relacionamento externo do mesmo Onyx.
Era interno e virou externo, sem sair da Casa Civil. Contam que os filhos de Bolsonaro impuseram a volta de Santini. Os garotos são poderosos.
Os brasileiros sob risco da pandemia na China não serão socorridos pelo governo, mas Santini havia sido resgatado pela família.
O que Santini fez para ter esse poder? Sergio Moro, tão humilhado pelos Bolsonaros, precisa saber.
Kiko Nogueira conta no DCM que o rapaz é amigo de longa data dos filhos de Bolsonaro.
A última informação é de que Bolsonaro voltou a demitir Santini e, para salvar os filhos, atribuiu o ‘erro’ a Onyx. Não importa.
O que interessa é que sua ordem havia sido desafiada pelo poder de Santini. É o que precisa ser investigado. Os garotos sabem o que Santini sabe e que o Brasil precisa saber.

One thought on “O VIAJANTE AMIGO DOS GAROTOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 5 =