OS 23 MEDOS DO GENOCIDA

Vazou a lista de preocupações do governo, que merecerão argumentação dos ministérios na CPI do Genocídio. O jornalista Rubens Valente, da Folha, publicou o furo agora à tarde.

Uma tabela encaminhada pela Casa Civil aos ministérios enumera as 23 acusações mais frequentes sobre o desempenho do governo no enfrentamento à Covid-19.

É uma grade, que marca os ministérios que deverão responder a cada questão. É uma lista de problemas, para que todos se preparem na hora de enfrentar a CPI.

Valente mostra que o tema “genocídio indígena” é o que demandará a resposta de mais ministérios, num total de cinco.

Alguém de dentro do governo vazou a lista. Esses são os assuntos que mais preocupam o genocida, com o texto e a grafia originais da tabela oficial de temas. As respostas devem ser encaminhadas à Casa Civil:

1 – O Governo foi negligente com processo de aquisição e desacreditou a eficácia da Coronavac (que atualmente se encontra no PNI [Programa Nacional de Imunização];

2 – O Governo minimizou a gravidade da pandemia (negacionismo);

3 – O Governo não incentivou a adoção de medidas restritivas;

4 – O Governo promoveu tratamento precoce sem evidências científicas comprovadas;

5 – O Governo retardou e negligenciou o enfrentamento à crise no Amazonas;

6 – O Governo não promoveu campanhas de prevenção à Covid;

7 – O Governo não coordenou o enfrentamento à pandemia em âmbito nacional;

8 – O Governo entregou a gestão do Ministério da Saúde, durante a crise, a gestores não especializados (militarização do MS);

9 – O Governo demorou a pagar o auxílio-emergencial;

10 – Ineficácia do PRONAMPE [programa de crédito];

11 – O Governo politizou a pandemia;

12 – O Governo falhou na implementação da testagem (deixou vencer os testes);

13 – Falta de insumos diversos (kit intubação);

14 – Atraso no repasse de recursos para os Estados destinados à habilitação de leitos de UTI;

15 – Genocídio de indígenas;

16 – O Governo atrasou na instalação do Comitê de Combate à Covid;

17 – O Governo não foi transparente e nem elaborou um Plano de Comunicação de enfrentamento à Covid;

18 – O Governo não cumpriu as auditorias do TCU durante a pandemia;

19 – Brasil se tornou o epicentro da pandemia e ‘covidário’ de novas cepas pela inação do Governo;

20 – Gen Pazuello, Gen Braga Netto e diversos militares não apresentaram diretrizes estratégicas para o combate à Covid;

21 – O Presidente Bolsonaro pressionou Mandetta e Teich para obrigá-los a defender o uso da Hidroxicloroquina;

22 – O Governo Federal recusou 70 milhões de doses da vacina da Pfizer;

23 – O Governo Federal fabricou e disseminou fake news sobre a pandemia por intermédio do seu gabinete do ódio.

One thought on “OS 23 MEDOS DO GENOCIDA

  1. Faltou questionar a tentativa de genocídio contra o povo quilombola também e sobre o investimento oficial para fabricação de cloroquina pelos laboratórios militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 9 =