OS BOATOS, O JORNALISMO, A MAMADEIRA E AS BRUXAS

O jornalismo de combate só irá sobreviver se não for uma extensão ou um tambor das redes sociais. Se não conseguir se separar das pirocas das redes sociais, o jornalismo progressista cometerá a contradição fatal. Espera ser valorizado pela seriedade do que faz e, ao mesmo tempo, contribui para patrocinar a dúvida, o boato ou a inverdade, numa repetição de táticas da extrema direita.

É o tema do meu artigo no Brasil 247, com link abaixo.

https://www.brasil247.com/blog/os-boatos-o-jornalismo-a-mamadeira-e-as-bruxas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 6 =