Os MM

Chegaram ao caixa dois da Odebrecht para Geraldo Alckmin. O que vai acontecer com a delação de executivos da empreiteira contra o governador paulista? Certamente nada, como não aconteceu nada com os outros tucanos.
Só não gostei da sigla usada pelo recebedor do dinheiro vivo, na campanha de 2014, um tal de Marcos Monteiro, homem de confiança do governador. O sujeito é identificado nas planilhas da Odebrecht como MM.
Muitos amigos me chamam de MM. Outro MM que conheço é o Mário Marcos, meu amigo comentarista do SportTV.
Certa vez, eu o Mário chegamos a pensar em formar uma dupla (sem definir a área de atividade), que se chamaria MM&MM. Desistimos porque o Jones Lopes nos alertou que poderiam nos confundir com as balinhas coloridas de confete. E eu o Mário não gostamos de jogar confete em ninguém.
Mas, pensando bem, essa confusão não seria nada, agora que a nossa sigla é manchada pelo nome do recebedor de caixa dois (é caixa dois, não é propina…) do Alckmin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 1 =