OS OBITUÁRIOS QUE INCOMODAM OS FASCISTAS

Certos obituários do século 21 enlouquecem os fascistas em geral, e não só os homófobos.

O obituário mais lido hoje informa que o pianista Nelson Freire deixa o marido, o médico Miguel Rosário, e um irmão.

Esses dias, outro obituário informava: o autor de novelas Gilberto Braga morre e deixa o marido, o decorador Edgar Moura Brasil, com quem foi casado por 50 anos.

Em maio, o Brasil chorou com essa notícia: o Brasil perde Paulo Gustavo, que não resistiu à Covid-19. O ator e humorista era marido do médico Thales Breta.

O que mais incomoda o fascismo é que todos eles eram gays e eram gênios.

O fascista se incomoda até hoje ao lembrar que Marielle Franco amava a arquiteta Mônica Benício.

E sabemos que desde o início da pandemia não morreu nenhum fascista brasileiro que tenha sido notícia na capa dos jornais.

O fascista, homem de família tradicional, inseguro, agarrado à religião e ao moralismo farsante, é recalcado exatamente por isso.

Ele não conseguirá nunca disputar espaços com uma Marielle, um Nelson Freire, um Gilberto Braga ou um Paulo Gustavo.

Um fascista será sempre lembrado, depois de morto, apenas por ter sido um fascista.

___________________________________________________________________

E O DIOGO?
Anguillara Veneta, onde Bolsonaro foi conhecer a terra do bisavô, fica a 64 quilômetros de Veneza, onde mora Diogo Mainardi.

Será que o homem-mosca não foi receber Bolsonaro?

____________________________________________________________________

____________________________________________________________________

AINDA?
Circula como se fosse uma grande notícia a informação de que o ministro Dias Toffoli tenta se distanciar de Bolsonaro.

Com Alexandre de Moraes lutando quase sozinho contra a família, os milicianos e os militares, é quase ofensivo que um ministro do STF ainda tenha vínculos com o genocida.

Que vínculos seriam esses? Quando informam que Dias Toffoli tenta se distanciar, é porque esteve muito próximo, e todos sabem que esteve.
Mas ainda estava? Até agora?

____________________________________________________________________

VAGABUNDAGEM
Bolsonaro foi à Itália para jogar para a torcida da extrema direita, mas o que ele acaba reafirmando mesmo é a vocação para a vagabundagem.

Bolsonaro não é apenas o mais repulsivo e despreparado de todos os presidentes que o Brasil já teve. É, com certeza, o mais vagabundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 5 =