Franjas

Os americanos ditos progressistas chegaram a sonhar com a candidatura do maluquinho Bernie Sanders. Ele finalmente seria o que Obama não conseguiu ser. Mas terão de se contentar com a Hillary Clinton. E os britânicos têm agora uma nova Margareth Thatcher, a ultraconservadora Theresa May. Dizem que a esquerda sentirá saudade de Tony Blair, o

Vossas excelências

Levantamento da revista Piauí mostra mais uma face da Câmara que cassou Dilma. Dos 17 candidatos inscritos à presidência da casa, até as 12h, apenas cinco não têm registro de ocorrências na Justiça ou tribunais de contas. Os outros 12 são citados em inquéritos, ou foram indiciados, ou já respondem a processos. Os dados foram

Ser jornalista voltou a ser perigoso

Em 1977, quando a Fazenda Annoni foi ocupada pela primeira vez, eu e o fotógrafo Alan Vieira entramos na área como repórteres da Caldas Júnior, logo depois dos agricultores. Passamos um dia misturados a eles para contar as histórias de gente que havia perdido suas terras para a barragem do Passo Real e pedia o

O moço da moto

Há um ano, o ministro da Economia da Grécia, até então disposto a enfrentar os defensores da austeridade a qualquer custo, de repente decidiu ir embora. Yanis Varoufakis montou na sua moto e sumiu.  Alexis Tsipras, o primeiro-ministro, sairia e voltaria do governo, mas menos à esquerda do que quando chegara, pelo partido Syriza, como

O chá de banco de Kraunus e Pletskaya

Hique Gomez inaugura a série Porta na Cara com a história da esnobada que ele e Nico Nicolaiewsky levaram de um famoso crítico de música de São Paulo. Esse episódio foi decisivo para o Tangos & Tragédias. Leiam o relato do Hique. O ano era 1987. Kraunus e Pletskaya tinham decidido ir para São Paulo.

A semana dos tucanos

Duas notícias de hoje que devem incomodar os tucanos. Um delator estaria chegando perto de José Serra. O ex-deputado e ex-ministro Marcio Fortes teria sido por alguns anos, segundo esse dedo-duro, o elo entre as empreiteiras e o atual chefe do Itamaraty. Delações como essa, envolvendo propinas ou caixa 2 para tucanos, são sempre confusas.

Negros e pobres

Do escritor John Metta, na Folha de hoje, sobre o racismo dos americanos: um branco fumando maconha é hippie, um negro é criminoso. Ainda bem que no Brasil é diferente. Aqui, um empresário que recebe subsídios, isenções e outras mumunhas do governo (por décadas) é empreendedor, e um miserável que recebe Bolsa Família para alimentar