QUEM VAI SUBSTITUIR AS PROMOTORAS?

Um delegado pilantra, preso por corrupção, orienta seus parceiros de dentro da cadeia a atrapalharem as investigações em torno da morte de Marielle Franco. E de dentro da cadeia esse delegado, chamado Maurício Demétrio Afonso Alves, recebe informações que correm em segredo de Justiça no caso Marielle, ajudado por cúmplices da própria polícia, envolvido com

BOLSONARO JÁ GANHOU OS IRMÃOS

O deputado Luis Miranda está com um roteiro bem treinado no Roda Viva. O esforço é para proteger Bolsonaro, que seria vítima das facções que roubam o dinheiro das vacinas. Parece que está atacando Bolsonaro, mas o que ele faz é defender o sujeito, repetindo a versão de que o genocida se espantou diante das

A CADEIA É O LUGAR DOS GOLPISTAS NA BOLÍVIA

Mais um aviso a quem tem ambições golpistas, em qualquer lugar. Estão na cadeia todos os chefes militares bolivianos das três armas, que ajudaram na execução do golpe contra Evo Morales, em novembro de 2019, sob as ordens da polícia amotinada. Estão presos há uma semana, em La Paz, Jorge Gonzalo Terceros Lara, ex-comandante da

O VINHO DE BOLSONARO E O VINHO DO GÊNIO OSCAR GUGLIELMONE

O melhor vinho do Brasil nunca será um Miolo, e não porque tenha associado o produto às gentilezas da família gaúcha dona da marca dirigidas a Bolsonaro. Um Miolo é, desde muito antes de ser o vinho de Bolsonaro, apenas um vinho médio entre os medíocres, o que às vezes é pior do que ser

OS CRIMES DO TIOZÃO DO WHATS

O tiozão do Whats, que espalha notícias falsas apresentadas como se fossem informações científicas, é tão criminoso quanto as quadrilhas civis e militares formadas dentro do Ministério da Saúde para saquear e patrocinar o genocídio. O tiozão induz muita gente à desinformação, ao erro e à morte e em algum momento terá de ser enquadrado

BREVES ANOTAÇÕES SOBRE UMA NOTA QUE PODE SER BREVE

Breves anotações sobre uma nota que pode ter vida breve Moisés Mendes Algumas anotações breves sobre a nota do ministro da Defesa, Braga Netto, e dos chefes das três armas, emitida em reposta à declaração do senador Omar Aziz de que os militares devem estar envergonhados com o envolvimento do “lado podre” das Forças Armadas

Não há outra saída para a CPI, depois do depoimento do ex-diretor de Logística da Saúde Roberto Dias, que saiu preso do Senado por mentir sobre o encontro com vendedores de vacinas. A única saída é reconvocar o coronel Élcio Franco, ex-diretor executivo do Ministério da Saúde, que comandava os negócios com vacinas. E, se

O GENERAL QUE SUBSTITUI O SARGENTO

Atualizem as informações sobre os militares de Bolsonaro. Temos duas notícias hoje. A primeira é sobre um grande salto na patente do ocupante do cargo de diretor do Departamento de Logística da secretaria-executiva do Ministério da Saúde. O diretor era o sargento da reserva da Aeronáutica Roberto Ferreira Dias, demitido após denúncia de suspeita de