Pobre metido a rico

Os reacionários de Bagé e arredores, que se organizaram para atacar a caravana de Lula, conseguiram produzir efeito contrário.
O pior, pelo que fiquei sabendo, é que teve muito pobretão do campo manipulado pelos arremedos de latifundiários decadentes, como se fizessem parte do mesmo grupo. O golpe contagiou um monte de pobre reaça.
Sou fronteiriço e sei que sempre teve pobre da zona de campo que se acha rico, mas nunca como agora. É assim em toda parte e em todas as atividades, inclusive entre jornalistas fofos que se consideram parte da elite.
Enquanto isso, a caravana de Lula segue em frente. Vou esperá-lo sexta-feira em São Leopoldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 3 =