PRA QUE SERVEM OS VOTOS DE BOLSONARO

Esta frase de Bolsonaro, dita ontem na posse do ministro das Comunicações, está tendo uma leitura simplista demais:

“Não são as instituições que dizem o que o povo deve fazer. É o povo que diz o que as instituições devem fazer”.

Por óbvio, ele quis dizer que numa democracia o povo detém o poder. É o que todo mundo escreve. E que esse povo, que é o dono das instituições, foi o povo que o elegeu.

Bolsonaro está gritando, desesperadamente, que tem voto. Mas o que ele mais diz, e a imprensa não prestou atenção, é que o Supremo que o ameaça não tem voto.

O Supremo não tem povo, diz Bolsonaro, e por isso não pode se sobrepor a quem foi eleito pelo povo. É o raciocínio do golpista eleito.

É estranho que um sujeito que despreza a democracia e seus valores ofereça como argumento de resistência o fato de que tem votos, para assim tentar se salvar e aplicar um golpe que o fortaleça.

Bolsonaro e os filhos são exemplos da morte da democracia como expressão da representação de vontades. Eles tiveram votos (quantos seriam hoje?) que acabam por legitimar quem despreza os valores que deveriam defender.

Dilma Rousseff também tinha delegação do povo. Elegeu-se com 54,5 milhões de votos em 2014 e foi derrubada por um golpe em agosto de 2016.

Algumas diferenças elementares. Dilma não tinha o apoio de milicianos. Não se sustentava no apoio de gente fardada.

Nunca precisou dizer que era chefe suprema das Forças Armadas.
Não negociou sua sobrevivência com a direita que agora pode salvar Bolsonaro.

Não tinha a família sob investigação por formação de quadrilha. Nunca recebeu cheques da milícia.

Não sofreu nenhum processo por corrupção. Não blefava. Não ameaçava. os adversários.

Não falava para cercados com claque de pessoas desatinadas. Não mandava recados.

Dilma teve 54,5 milhões de votos e caiu pela ação da direita que inventou Bolsonaro.

Dilma foi perseguida pela ditadura que Bolsonaro idolatra até hoje.
Dilma foi torturada, Bolsonaro exalta Brilhante Ustra, o maior de todos os torturadores.

Bolsonaro é uma excrescência, mas não só da política, mas da humanidade. E tem votos, o que amanhã ou depois pode não significar nada.

____________________________________________________________________

NÃO CONFUNDAM
De Gilmar Mendes, em entrevista ontem à DW Brasil:
“Saíram pesquisas que indicam que está havendo uma identificação entre as Forças Armadas e o governo Bolsonaro, em tom negativo. Acho que isso vai se perceber. No caso da Saúde, está sendo altamente desgastante. Tenho dito que as Forças Armadas não são milícias do presidente da República, nem de força política que o apoie”.

One thought on “PRA QUE SERVEM OS VOTOS DE BOLSONARO

  1. tucanos em revoada, Buscando o galho de onde cairam. O Bozo pensou que enfrentraria o pt e esqueceu que os poderosos na justiça e na pf são os tucanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 7 =