Quem fala por eles?

Pouco interessa a indignação das esquerdas com a ameaça do fritador de hambúrguer de que o AI-5 pode voltar.
Interessa saber como os militares, dentro e fora do governo, se sentem sendo usados pelo filho de Bolsonaro.
Mas quem fala hoje pelos militares republicanos? Antes e depois do golpe de 64 e do AI-5, muitos bravos falaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 2 =