QUEM VAI ANTES PARA A CADEIA?

Não é razoável se imaginar que todos os envolvidos em alguma investigação, em denúncia formalizada pelo Ministério Público ou em processos em andamento, na era bolsonarista, escapem da cadeia.
Não se trata de escapar de condenação, mas de cadeia mesmo.

Considerando-se ainda que qualquer um pode ser condenado, cumprir penas leves em casa, de tornozeleira, numa boa e vendo série espanhola na Netflix. Estamos falando de cárcere.

Da relação abaixo, bastante incompleta, quem seriam os primeiros a ir pra cadeia, quando o Judiciário decidir agir pra valer, e não só com prisões preventivas?

A lista leva em conta que todos têm envolvimento com os mais diversos rolos do bolsonarismo e do lavajatismo, mesmo que alguns sem investigação e denúncia formal.

Um exemplo de uma figura sem denúncia até agora, apesar da lista interminável de delitos apontados por juristas, é Sergio Moro.

O ex-juiz suspeito enfrenta apenas uma sindicância do TCU sobre suas estranhas relações com a consultoria americana Alvarez & Marsal.

Mesmo que sentenças de muitos dos processos em que ele atuou na Lava-Jato tenham sido anuladas pelo Supremo. Moro ‘errou’ como juiz e fica tudo na mesma? Só errou?

Outro livre e solto é Deltan Dallagnol, que escapou de dezenas de processos administrativos e abandonou o MP para tentar ganhar imunidade como político. Por que Dallagnol escapa sempre?

Os outros todos são investigados por fake news na eleição e na pandemia, por agressões ao Supremo e à democracia, por envolvimento com quadrilhas das vacinas, prevaricação, crime contra a humanidade e por todo tipo de delito.

Os mais graúdos são investigados por delitos em inquéritos no Supremo, como acontece com Bolsonaro, os filhos dele, o véio da Havan e deputados e deputadas, entre as quais Bia Kicis e Carla Zambelli, e o ex-ministro Abraham Weintraub.

O véio da Havan, por exemplo, está no processo aberto no Supremo contra fake news e também está na lista de pedidos de indiciamentos da CPI do Genocídio, igualmente pela acusação de envolvimento com fake news na pandemia.

Os 81 nomes da lista de indiciamento da CPI são acusados de participação em facções de negociatas de vacinas e de cloroquina, notícias falsas, falsificação de documentos, participação na disseminação do Kit Covid de Bolsonaro…

Os que ainda estão impunes e livres de investigação em algum momento entrarão nas listas de investigados. É improvável que não entrem.

Se não entrarem, teremos mais argumentos para continuar pensando que a Justiça punitiva é mesmo para poucos e geralmente só para as esquerdas.

Lá vai a lista. Quem seriam os primeiros encarcerados, quando o Judiciário passar a agir e não postergar decisões?

– Bolsonaro
– Flavio
– Eduardo
– Carluxo
– Jair Renan
– Sergio Moro
– General Eduardo Pazuello
– Deltan Dallagnol
– Véio da Havan
– Fabrício Queiroz
– Marcelo Queiroga
– Allan dos Santos
– Coronel Elcio Franco
– Onyx Lorenzoni
– Osmar Terra
– Paulo Guedes
– Abraham Weintraub
– Donos da Prevent Senior
– Médicos da Prevent
– Bia Kicis
– Carla Zambelli
– Mayra Pinheiro (capitã cloroquina)
– Ricardo Salles

(Abaixo, o link do meu perfil no Face Book, para quem quiser ler os comentários a respeito dessa lista)

https://www.facebook.com/profile.php?id=100012432570594

One thought on “QUEM VAI ANTES PARA A CADEIA?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 8 =