SAEM E FICAM BEM QUIETINHOS

Com a saída de Eduardo Pazuello, já são 17 os generais demitidos ou que pediram para sair de cargos dos primeiros escalões.

Todos os que saem se recolhem, com exceção de apenas um, o general Santos Cruz, que fala até hoje contra o ex-chefe.

Os outros devem ter certeza, como é o caso de Pazuello, de que estavam apenas fazendo número e por isso ficam quietos.

A maioria saiu por pressão dos filhos de Bolsonaro. Os garotos do tenente dizem quais são os generais que ficam ou vão embora.

Bolsonaro deu a presidência de 16 estatais a militares, conforme levantamento do site Metrópoles. É o dado de hoje. Alguns ganham salários mensais de mais de R$ 100 mil.

Daqui a pouco o Brasil tem mais oficiais em estatais do que nos quartéis.

Como deu emprego a todo esse pessoal, o sujeito se sente no direito de ameaçar a todo momento que ele é o chefe das Forças Armadas.

Pazuello deve se integrar à turma dos que saíram e ficaram quietos.

2 thoughts on “SAEM E FICAM BEM QUIETINHOS

  1. Certamente trocou o cargo ministerial pelo arquivamento dos processos que Abriram contra ele. Continuou agindo como um cão, demonstrando fidelidade a seu dono. O incompetente cairá no esquecimento, porém antes será condecorado.

  2. Não sei se já contei por aqui. Dizem que quando recruta, o Pazzuzo foi encarregado de pintar o meio-fio. No primeiro dia pintou 2,5 km. No segundo Dia 1 km. No terceiro dia 150 metros. O sargento quis saber qual o problema. “Meu sargento, é que a lata fica cada dia mais longe”, respondeu o nosso especialista em logística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 3 =