Solidão

Um dos quadros mais famosos (alguns dizem que é o mais famoso) de Edward Hopper (1882-1967), o pintor da solidão, que o filme La La Land homenageia do início ao fim.

O filme é tão intenso nesta homenagem que eu me atrevo a dizer que ele é muito mais um espetáculo de deslumbramento com as imagens fixadas numa tela do que uma exaltação da música e da dança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 5 =