Soltos

O doleiro Lúcio Funaro já havia alertado à Polícia Federal e voltou a dizer que teme por sua família por causa das frequentes telefonemas de Geddel Vieira Lima para a sua mulher, Raquel Pitta.

Funaro disse que Geddel (preocupado com a possível delação do doleiro, que está preso) dá a entender, nos telefonemas, que sua família está sendo monitorada. Funaro é cúmplice do ex-ministro amigo do jaburu, ele enviava malas com dinheiro para Geddel.

Mais uma. Aécio Neves foi grampeado dizendo que uma mula (por acaso, seu primo Frederico Medeiros) iria pegar a mala com o dinheiro enviado por Joesley Batista porque a sua escolha para a tarefa tinha um componente decisivo.

A mula que acabou pegando a mala poderia, se fosse caso, ser apagada depois, antes que os delatassem. Foi o que disse Aécio. Está gravado.

Geddel fazia ameaças à mulher do doleiro. E Aécio avisou que poderia mandar matar o primo-mula que o incomodasse. Os dois estão soltos, sem tornozeleiras.

Mas o juiz Sergio Moro chegou a pensar em prender Lula, que não ameaçou ninguém e que não tem nenhuma mala.

Moro pode dizer que não tem nada a ver com os casos de Geddel e Aécio. E não tem mesmo. Moro só tem se envolvido com casos que possam comprometer Lula, Dilma e o PT.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 4 =