ATÉ A VELHA DIREITA SURROU A FACÇÃO DE BOLSONARO

Foi uma sexta-feira que a extrema direita não esquecerá tão cedo. Pode ter sido a sexta que marca o sepultamento de todos os planos megalomaníacos e criminosos de Bolsonaro e de alguns militares, que pretendiam manter o Brasil sob o terror dos blefes de golpes, do incentivo às armas e da formação de milícias. Daniel

O PRESO DANIEL SILVEIRA NÃO É O QUE PARECE SER

O deputado preso, que pode ter estragado o blefe do golpe de Bolsonaro, não é o que a grande imprensa sugeriu que possa ser. Daniel Silveira vem sendo descrito como um cobrador de ônibus fraudador de atestados médicos e um policial militar folgado e indisciplinado. Como parlamentar, sabe-se que é limitado, e Ancelmo Gois escreveu

BOLSONARO QUER ACABAR COM A IMPRENSA, QUE NÃO CONSEGUE ACABAR COM BOLSONARO

Um dos planos prioritários de Bolsonaro é quebrar os grandes jornais. Todos os grandões, a Folha, o Globo e o Estadão, declararam guerra a Bolsonaro desde antes do início do governo. Os jornais fracassam desde o golpe contra Dilma. O plano deu errado com a ascensão de Bolsonaro. A ideia do golpe era a de

O PLANO DE BOLSONARO É TER UM MILICIANO EM CADA FAMÍLIA

Armar a população é, na cabeça do genocida, depender menos da base política comprada e até das Forças Armadas. Bolsonaro acha que poderá ser protegido por milícias que se formarão dentro das famílias, a partir do incentivo à compra de armas e do afrouxamento de controles. É o tema do meu artigo no 247, com

O DIFÍCIL CAMINHO DE VOLTA AOS QUARTÉIS

Os generais podem abandonar Bolsonaro, em algum momento, como já abandonaram muita gente boa no meio do caminho. A História do poder em diferentes épocas e países tem inúmeros casos de abandonos surpreendentes. Até porque já está consagrado que eles não consideram Bolsonaro um militar clássico, o que facilitaria uma retirada. Bolsonaro apenas serviu ao

O NOSSO PARENTE PRÉ-MILICIANO

O que significam as novas medidas de Bolsonaro liberando ainda mais a compra e a posse de armas? Significam que aqueles nossos sobrinhos, primos, tios, cunhados e agregados que voltarão a participar dos churrascos de domingo, depois da pandemia, agora podem aparecer com revólveres. Alguns poderão até ter metralhadoras no porta-luvas do carro. Bolsonaro está

E SE JOÃO DORIA FUGIR COM A VACINA?

Aécio Neves é um zumbi arrastando correntes e malas sem rodinhas nos grupos de WhatsApp do PSDB. Sua missão de enfrentar João Doria e abrir espaço e apoios à candidatura do gaúcho Eduardo Leite em 2022 cria soluções e problemas. A solução é que finalmente os tucanos que ainda se acham donos dos grandes ninhos

O TUCANO CORDIAL COM O GENOCIDA

Está clara a estratégia do moço da nova Arena gaúcha (ainda disfarçado de tucano) como opção da direita em 2022. Se João Doria, Luciano Huck e Sergio Moro são nomes da direita que se apresentam claramente como antibolsonaristas, Eduardo Leite quer ser visto como um “moderado” que não ataca Bolsonaro. É o que está dito