O PAI DE ANDRIELLE

Alguns repórteres pouco anotam e guardam tudo na memória. Eu sempre fui um repórter anotador. Sem anotações, teria esquecido logo de nomes, frases, lugares, números. Meus rabiscos me salvaram de incorreções ao tentar lembrar tudo de cabeça, como alguns colegas fazem. Mas nunca esqueci de um nome, por ser incomum e pela busca desesperada da

Por onde anda a Justiça?

Este texto comovente, sobre os descaminhos da Justiça no caso da Boate Kiss, foi publicado no Face Book pelo jornalista Marcelo Canellas, repórter especial do Fantástico. Canellas é de Santa Maria. Aí está: MONTEIRO LOBATO, FLÁVIO E O CASO KISS MARCELO CANELLAS O direito à crítica é um dos pilares fundamentais da democracia. A ideia

Os muitos Judiciários

Sou solidário com as famílias das vítimas da Boate Kiss, que tiveram negado pelo Superior Tribunal de Justiça um pedido de indenização, feito pela defensoria pública, contra a prefeitura de Santa Maria e o governo do Estado. Está decidido, nesse processo, que o setor público não deve nada a quem perdeu os filhos na boate.