A DELAÇÃO DO GENERAL GOLPISTA QUE SE ACOVARDOU

A sensação na imprensa e nas redes sociais bolivianas no momento é a lavação de farda suja dos militares que aplicaram o golpe em Evo Morales em novembro de 2019. Se prestarmos atenção no que acontece lá, poderemos prever o que pode acontecer aqui, se o blefe de Bolsonaro for levado adiante. Relembremos antes que

A CUMPLICIDADE COM OS GOLPISTAS BOLIVIANOS

O Brasil pode estar dando abrigo a dois foragidos da Justiça boliviana, o ex-chefe das Forças Armadas Williams Kaliman, desaparecido na semana passada, e o ex-ministro da Defesa Luis Fernando López, que já estaria aqui há muito mais tempo. Os jornais bolivianos informam que os dois fugiram para o Brasil, onde certamente desfrutam da proteção

A GANGUE QUE PODE INSPIRAR BOLSONARO

Bolsonaro deve sonhar com a formação de grupos como o liderado pelo boliviano Yassir Molina, que está ao centro na foto. Molina é procurado desde a tarde de terça-feira. Há uma ordem de prisão da Justiça contra ele. O sujeito é o líder de uma facção de extrema direita chamada Resistência Juvenil Cochala (RJC), de

PRENDERAM MAIS UM GOLPISTA

Está na cadeia, em prisão preventiva, mais um general golpista na Bolívia, todos envolvidos em ações repressivas que mataram civis em 2019. O preso é Franko Suárez Gonzáles. Já estavam encarcerados os generais Alfredo Cuéllar e Pastor Mendieta Ferrufino e o almirante Flavio Arce San Martin. Faltam três generais que têm ordem de prisão da

GOLPISTAS SÃO VICIADOS EM GOLPES

É bom prestar atenção no que acontece ao redor, porque tem muita coisa acontecendo. A direita boliviana, por exemplo, está avisando que, se for preciso, aplica outro golpe ou imita Bolsonaro e blefa que vai aplicar. Está mais para blefe, mas a tática é manter o governo acossado. O Movimento ao Socialismo voltou ao poder

BOLIVIANOS PROCURAM O COVARDE QUE TRAIU EVO MORALES

Esta figura grotesca, que parece personagem de série de quinta categoria sobre antigas repúblicas bananeiras, é o sujeito mais procurado da Bolívia. A Justiça mandou prender os chefes do golpe de novembro de 2019 contra Evo Morales. A imprensa anuncia nas manchetes, como personagem principal entre os que serão encarcerados, a senadora e “ex-presidente interina”

CADEIA PARA OS GOLPISTAS

A Bolívia faz o que o Brasil não consegue fazer. A golpista Jeanine Añez e seus ministros, que tomaram o poder depois do golpe contra Evo Morales, em novembro de 2019, estão sendo procurados com ordens de prisão da Justiça. Jeanine, fascista e racista, foi o que chamavam de “presidente interina”, depois da caçada a

LIÇÕES DA BOLÍVIA PARA A ESQUERDA DEPRESSIVA

Uma certa esquerda depressiva brasileira não acreditava na possibilidade de vitória de Luis Arce na Bolívia. Alguns continuam não acreditando. O Movimento ao Socialismo venceu na Bolívia porque resistiu desde a deflagração do golpe de novembro do ano passado. E não deu ouvidos aos que, ao invés de irem à luta, também lá devem ter

NÃO PERDOEM DE NOVO OS TORTURADORES

A história dessa mulher, que já foi recontada em todo o mundo, aciona um questionamento histórico e sempre controverso: o esforço pela reconciliação política, depois de desfeito um golpe, como ocorreu agora na Bolívia, deve poupar autores de violências como essa? Maria Patricia Arce Guzman, a prefeita de Vinto, em Cochabamba, teria o direito de

A EXTREMA DIREITA SÓ PROSPERA NO BRASIL

A extrema direita com suporte massivo da classe média e uma estrutura ‘institucional’ de peso, com lastro religioso e militar, só existe no Brasil. Bolsonaro, seus garotos, suas milícias e seus generais são um fenômeno verde-amarelo, um caso único na América do Sul. O avanço do fascismo não chegou a produzir outras figuras do porte