OS MILITARES USADOS POR BOLSONARO

Bolsonaro é tutelado pelos militares e, ao mesmo tempo, utiliza-se deles para fazer seu jogo sem rumo e sem método? Parece uma questão óbvia e trivial, mas não é. Muito menos agora, quando Bolsonaro hiberna há uma semana e só faz propaganda da cloroquina, mas pode ressuscitar a qualquer momento. Esse é o balanço resumido

MAIS UM FRACASSO DOS MILITARES

Poucos se lembram do programa Pró-Brasil, apresentado pelos generais e derrubado por Paulo Guedes e pelos empresários como algo anacrônico dentro de um projeto de radicalização do liberalismo entreguista. Na famosa reunião ministerial do dia 22 de abril, aquela da boiada do Salles, dos vagabundos do Weintraub e das hemorroidas de Bolsnaero, Guedes chamou de

A CAMINHO DO GRANDE ERRO

Bolsonaro esteve no sábado no Comando de Operações Especiais, em Goiânia, acompanhado do general Braga Netto, seu ministro da Casa Civil. Braga Netto é considerado o tutor de Bolsonaro. Viajaram de helicóptero das Forças Armadas, acompanhados de grande comitiva. Não foram visitar um quartel qualquer, um almoxarifado do Exército, mas uma unidade de elite, que

OS GENERAIS E O CHEFE SUPREMO DAS FORÇAS ARMADAS

É mais complicada do que parece a vida dos generais no governo Bolsonaro. A famosa reunião do dia 22 de abril mostra o que eles são para Bolsonaro. A motivação da reunião ficou dispersa em meio a ameaças, grosserias, bobagens e palavrões. Não era uma reunião de rotina do Conselho de Ministros para debater ações.

PAULO GUEDES FOGE DA RAMPA

Seria divertido ver Paulo Guedes na rampa do Palácio do Planalto, no grupo de 11 ministros (seriam 12 com ele), acenando para os golpistas que se aglomeraram ontem de novo por ali. Guedes, o homem do mercado, o liberal, o cara que ainda não completou o serviço para os bancos, participando de um ato de

OS HOMENS QUE SÓ PENSAM NO CAOS

O vice-presidente Hamilton Mourão escreveu sobre a ameaça de caos e condenou o excesso de críticas ao governo, juntando uma coisa à outra, em artigo publicado na quinta-feira no Estadão. Mourão escreveu, sem deixar nada muito claro, que o estrago institucional chega às raias da insensatez e está levando o país ao caos. Estrago institucional?

QUEM PLANEJOU A INVASÃO DO SUPREMO?

Como o Supremo pode reagir à invasão por Bolsonaro, seus ministros e um grupo de empresários? O STF deve ser tão cordial quanto o seu presidente ao ser surpreendido pela invasão? Dias Toffoli poderia ter sido mais assertivo, na resposta à estranha visita. Mas foi republicano com quem destratou a mais alta Corte do país.

O QUE OS GENERAIS GANHAM AO LADO DE BOLSONARO

Bolsonaro já mandou seis generais embora do governo. E as notícias de hoje são de que vai levar mais gente de farda (entre muitos já de pijama) para o primeiro e o segundo escalões. Bolsonaro quer dar mais emprego para os militares, que não são parte orgânica do governo – como seriam numa autêntica ditadura

PAULO GUEDES É APENAS A ZÉLIA DE BOLSONARO

Paulo Guedes parece que é o que nunca foi e gostaria de ter sido. E nunca será o que imaginam que possa vir a ser. Mas sobreviveu à tentativa de drible de Braga Netto e emparedou os generais e Bolsonaro. Guedes convenceu o entorno mais ingênuo do bolsonarismo de que é insubstituível, porque tem bons