O RECADO DE BOLSONARO

Uma informação que não é irrelevante. O general Braga Netto estava com Bolsonaro no helicóptero que foi até o comando de Operações Especiais do Exército em Goiânia agora pela manhã. Antes, Bolsonaro desceu em Abadiânia, perto de Brasília, e foi a uma lanchonete na BR-060, onde comeu um salgadinho. Tudo combinado, com claque, selfies (foto)

ALMOÇAR OU NÃO ALMOÇAR COM BOLSONARO

A pandemia e o bolsonarismo nos empurram para dilemas que sempre existiram, mas que ficam mais agudos nas atuais circunstâncias. O fotógrafo Orlando Brito, considerado o grande retratista dos presidentes, das celebridades e das cenas de Brasília, desde a ditadura, foi pisoteado por fascistas no domingo diante do Palácio do Planalto. Brito tem 70 anos

BOLSONARO É UM HOMEM AVULSO

Ninguém que possa ser reconhecido por alguma relevância política aparece ao lado de Bolsonaro, nas suas excursões criminosas pelas ruas de Brasília. Bolsonaro é sempre um solitário ao desafiar os apelos das autoridades mundiais da área da saúde para que sejam evitadas aglomerações. Isolado, o que mais ele busca é o apoio dos ajuntamentos programados.

POR QUE BOLSONARO VOLTOU A ATACAR

Bolsonaro é acionado cada vez mais pela insegurança. Suas últimas atitudes têm a mesma explicação: a fala na TV no dia 24 – quando incentivou o fim do isolamento e afrontou a ciência e os governadores –, o passeio de hoje em Brasília e a ameaça de baixar um decreto acabando com o isolamento. Tudo

BOLSONARO PASSA POR CIMA DE MANDETTA

Bolsonaro voltou ao normal, um dia depois da fala de Mandetta pedindo que fiquem em casa. Hoje pela manhã, na circulada que deu por Brasília conversando com trabalhadores em lojas da Asa Norte e em Ceilândia, Bolsonaro pode ter lançado perdigotos sobre dezenas de pessoas. Os jornais informam que em Ceilândia Bolsonaro disse a um