FAÇAM SUAS APOSTAS: QUEM DA EXTREMA DIREITA FICARÁ PELO CAMINHO?

Certezas e dúvidas levantadas pelas últimas pesquisas incomodam os fascistas eleitos na carona de Bolsonaro em 2018. Fascistas de toda parte chegaram com folga ao Congresso há quatro anos, mas muitos não irão retornar. Eles sabem que em 2020, nas eleições municipais, o fenômeno da avalanche bolsonarista não se repetiu e que 2022 pode marcar

É FÁCIL ELEGER LULA; O DIFÍCIL É ELEGER UM DEPUTADO

Eleger Lula, dizem os viciados em otimismo, será quase uma barbada. O difícil será eleger para a Câmara uma bancada progressista que sustente um governo Lula, segure um pouco o ímpeto da boiada do centrão e contenha o avanço da extrema direita. Para os mais pessimistas, seria impossível, mesmo combinando com os russos. O fortalecimento das

GOLPISTA TAMBÉM PRECISA TER TALENTO

Sem golpistas com talento, os golpes não funcionam. Um golpe com gente forte, na política e na área militar, mas pouco talentosa pode até ser aplicado, mas não se sustenta. Só talvez no Afeganistão. Foi o que aconteceu na Bolívia, onde o golpe contra Evo Morales durou um ano. Os golpistas civis e militares eram

Moro não diz nada

Anotações do depoimento de Sergio Moro na Câmara. Deputado Paulo Pimenta diante de Sergio Moro, ao acusá-lo de grampear criminosamente a presidente da República: “O senhor, que gosta tanto dos Estados Unidos, sabe que se tivesse feito isso lá o senhor já estaria preso há muito tempo”. ………………. Sergio Moro não está respondendo nada. Está

O Plano Fufuca

Ouvi alguns dizendo que agora, com o jaburu-da-mala e sua turma na China, era a hora de invadir Brasília e tomar o poder do Fufuca. O povo desalojando Fufuca da Câmara com cobertura do Jornal Nacional. O jaburu-da-mala, que fugiu para a China na hora certa, para escapar do aniversário do golpe (na quinta-feira), voltaria

De novo, não

O pior desta história da devolução do pacote anticorrupção à Câmara é o risco de se assistir de novo à performance do relator do projeto. O deputado que aceitou os argumentos do procurador-chefe da Lava-Jato jogou para a torcida o tempo todo. Lamentava nas entrevistas para a TV a desfiguração do pacote por seus colegas. Mas,

Bolsonaro manda e desmanda

Ainda não surgiu o deputado macho capaz de enfrentar a fúria e os blefes de Jair Bolsonaro. Os homens da Câmara continuam temendo Bolsonaro. Hoje, ele ficou por um minuto com o dedo em riste quase tocando o rosto da deputada Maria do Rosário, a quem costuma agredir com frequência. Durante todo esse tempo, ele