Esse é o jornalismo que corteja a extrema direita e é incapaz de perceber que não há comparação possível entre o furto de joias e a morte de uma criança de sete meses na cheia que destrói o Rio Grande do Sul. Abaixo, o link para o texto no Extra Classe: https://www.extraclasse.org.br/opiniao/2024/05/a-filha-de-gabrielli-da-silva-e-as-joias-de-eliane-cantanhede/

Não entrem no jogo do fascismo contra a missão de Paulo Pimenta

Tem gente torcendo contra Paulo Pimenta como ministro de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul. Claro que tem. E não só da extrema direita. Tem gente das esquerdas defendendo que o lançamento do plano de socorro às vítimas da tragédia e das primeiras etapas do propgrama de reconstrução do Estado deveria ter sido

Extrema direita pisoteia os mortos da catástrofe

Lula tem meio século de intuição política, com sabedoria de sobra para saber que a extrema direita continuará pisoteando os cadáveres dos gaúchos para tentar reconstruir suas trincheiras políticas. O fascismo usará a tragédia no Rio Grande do Sul como atalho para se recuperar da derrota na eleição, do fracasso do golpe e da fragilização

As gangues das fake news vão escapar de novo?

Uma informação para estragar o ânimo dos otimistas com a chance de enquadramento dos disseminadores de fake news sobre a tragédia gaúcha: a lista de criminosos da CPI da Covid tem 79 nomes, e 29 são citados por incitação ao crime e propagação de mentiras na pandemia. Não há um só indiciado pelo Ministério Público.

A tragédia que mata pode ajudar a salvar a extrema direita

Golpistas civis e militares, muambeiros de joias, vampiros de vacinas e cloroquina, milicianos analógicos e digitais, financiadores de gabinetes de ódios e fake news e todos os graúdos envolvidos em crimes associados à extrema direita. Acalmem-se e orientem-se com seus advogados. A catástrofe que mata os gaúchos e destrói o Estado poderá salvá-los. A tragédia

Na TV 247, com Tereza Cruvinel e Dafne Ashton

Compartilho abaixo o link do Bom Dia 247 dessa sexta-feira. Na segunda parte do programa, conversei com Tereza Cruvinel e Dafne Ashton sobre a situação do Rio Grande do Sul. Um dos assuntos: a cobertura da tragédia pela grande imprensa esconde a presença do governo federal nas operações de resgate e na formulação da estratégia

A catástrofe, os saqueadores, os estelionatários e as ratazanas

Um homem pegou uma picareta e, para acabar com o barulho que o incomodava, destruiu o gerador de energia da bomba que puxava água para um bairro de Santa Cruz do Sul. Um político bolsonarista criou um pix para arrecadar dinheiro para uma organização fascista, foi vaiado e no dia seguinte montou no seu jet