‘Absurdo, absurdo!’, dizia Maradona

A jornalista Mônica Bergamo contou na Folha como acompanhou o jogo da Seleção, no dia 12 de junho de 2014, ao lado de Diego Maradona, na arena do Corinthians. Era a abertura da Copa, quando o Brasil assistiu a uma das primeiras manifestações não de torcedores, mas do fascismo mesmo, que levariam ao golpe. Mônica

O IMBECIL DA ERA DA LAVA-JATO

O macho que foi a Moscou para tentar debochar das mulheres russas é um aparentado do homem do relho. Todos têm uma conexão entre si e se consideram imunes a qualquer abordagem da lei, mesmo na Rússia. Eles não são babacas fazendo bobagens porque não pensaram nas consequências. São, ao contrário, sujeitos que pensam no