A BARBEIRAGEM NA CHEGADA

Luiz Henrique Mandetta comete uma barbeiragem grave ao chegar para depor na CPI do Genocídio. Mandetta cumprimentou o presidente da CPI, Omar Aziz, e o relator, Renan Calheiros, com aperto de mão. Desrespeitou uma regra básica de cuidado, que ele mesmo defendia, ou dizia defender. No primeiro gesto na principal vitrine política do país hoje,